Marli Pó

Marli Pó

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Materia - Te contei


Divulgação
Karin Hils é Dionne em 'Hair'

Karin Hils, ex-integrante do Rouge, se destaca em 'Hair'
Domingo, 05/12/2010 - 13:44h

Quem poderia imaginar que uma popstar que enlouqueceu milhares de adolescentes, vendeu muitos discos e encheu casas de shows teria que participar de testes para participar de um musical? Parece um pouco estranho, mas é justamente isso que aconteceu com Karin Hils, ex-integrante do grupo Rouge e que atualmente está brilhando no palco do musical "Hair", nova produção de Charles Moëller e Cláudio Botelho que está em cartaz no Rio de Janeiro.

Aos 31 anos, ela já está em seu quarto espetáculo. Antes fez "O Soar da Liberdade", "Hairspray" e "Emoções Baratas", e afirma que "cada teste é um teste. São sempre diferentes". A moça garante que nunca utilizou sua fama de artista pop para vencer. "Sempre precisei mostrar meu trabalho. O Rouge fez muito sucesso, mas não existe isso de eu ser convidada. Eu preciso participar das audições como qualquer outra pessoa", diz e surpreende ao contar que muitos não ligam sua imagem à da cantora do hit "Ragatanga" (aquele do refrão "Asererrê ra da re"). "Muitas pessoas nem lembram que eu fazia parte do Rouge. O mundo do musical é muito diferente do mundo pop", confessa.

A amizade entre as meninas continua. Karin divide o palco com Aline Silva em "Hair" e elas também já atuaram juntas em "Hairspray". O grupo terminou em 2006/2007 e quanto à mudança profissional ela afirma que foi natural: "Pensei em gravar um CD, cheguei a pesquisar repertório, mas foi complicado. Como queria continuar a cantar, me arrisquei em musicais", conta. E deu certo.



Karin - segunda na fila de cima - e o elenco do musical (Divulgação/Hair)


No espetáculo, Karin dá vida a Dionne, "o oráculo da tribo, uma espécie de anjo da anunciação". Ela fala das semelhanças com a personagem: "Tanto eu quanto a Dionne somos muitos intuitvas e assim como a canção 'Era de Aquario' eu também sou do signo de aquário. Gosto de observar as pessoas, sou um pouco enigmática", diz. Para fazer bonito precisou se empenhar nas aulas de fonoaudiologia, dança e canto e adotar hábitos mais saudáveis: "Parei de beber e fumar", revela.

Nascida em Paracambi, interior do Estado do Rio de Janeiro, Karin diz que se sente mais paulistana, cidade onde morou por 10 anos. "Tenho o ritmo de são Paulo, mas não sou estressada", brinca. Na capital paulista, Karin ganhou a vida cantando. Vendeu videokês, cantava em portas de lojas anunciando produtos e chegou a ser backing vocal da banda de Netinho de Paula, ex-vocalista do grupo de pagode Negritude Jr.

Atualmente mora em Copabacana e admite que está adorando o lifestyle carioca. "Faço tudo a pé. Desço com roupa de academia e vou correndo para a fono", diz. Quanto aos volumosos cabelos adotados para a personagem ela diz que adora. "Sempre usei megahair. Acho lindo, mas precisa ter cuidados. Só lavo no salão". Questionada sobre se gosta do estilo hippie diz às gargalhadas: "Estou mais para hippie chic".



Karin e as volumosas madeixas (Divulgação/Hair)

2 comentários:

johnny hils disse...

eu amo a karin hils ela e aminha popstar preferida arrasava no rouge beijooooooooooooooosssssssssssss

johnny hils disse...

amo de mais a karin